Notícias

Global Leardership Summit Cascais

Dezembro 2016 Por Elsa Correia Pereira

No passado dia 13 de Dezembro realizou-se no Centro Cultural de Cascais o Global Leadership Summit. Este é um dos maiores eventos de liderança no mundo, que decorre anualmente em Chicago, e é reproduzido em vídeo de alta definição em 125 países, e 59 línguas diferentes. O principal objetivo do evento é a capacitação da liderança e o desenvolvimento do trabalho em equipa, através de uma combinação única de oradores de topo, que inspiram visão, excelência e motivação. O GLS foi criado em 1992 pela Willow creek Association e está em Portugal há 10 anos.

Com a presença de líderes da área social, emprego, instituições de solidariedade, etc. esta foi uma oportunidade de trazer uma formação única ao nosso concelho, com o Apoio da Câmara Municipal de Cascais, tendo o Exmo. Senhor Presidente da CMC, Dr. Carlos Carreiras, dirigido a sessão de abertura.

O programa contou com a participação de Bill Hybels (o criador do evento), que nos falou sobre As Lentes da Liderança: o líder deve ver a sua missão e a sua equipa com paixão, com genuíno interesse pelas pessoas, com um desempenho de excelência e no intuito de deixar um legado que inspire outros.

Ouvimos igualmente Melinda Gates, esposa do Bill Gates, que nos ensinou com muita humildade, como tenta obter dados o mais rigorosos possível, para saber onde e como investir o dinheiro que muitos bilionários que doam à Fundação Bill Gates. Melinda, ao viajar pelo mundo em desenvolvimento, sente o clamor das necessidades urgentes, nomeadamente das mães que sempre querem dar o melhor aos seus filhos e desejam ter condições para lhes proporcionar alimentação e estudos.

John C. Maxwell, autor best seller n.º 1 do New York Times, e considerado o perito de liderança mais influente do mundo em 2014, mostra-nos que há 3 questões que os seguidores fazem aos líderes: gostas de mim? Podes ajudar-me? Posso confiar em ti? O papel do líder (e o papel de cada um de nós) é acrescentar valor às pessoas à sua volta todos os dias. John Maxwell fala-nos também do poder dos hábitos: as pessoas têm frequentemente esperança de “subir a montanha” (querer chegar ao topo), mas têm hábitos de “descida”; ou seja, é da natureza humana, é mais fácil, por exemplo, pensar só em si; mas para acrescentar valor aos outros, é preciso ser intencional, querer fazer isso, e fazer disso um hábito.

Erin Meyer, explica-nos que há muitas diferenças culturais entre pessoas de diversos países, e há que ter isso em conta no ambiente de trabalho, ao dar e receber feedback. A comunicação pode ditar o sucesso ou o mau desempenho de uma equipa.

TD Jakes, um líder com programas de TV, cinema, rádio e autor de muitos livros, incentiva-nos a procurar e utilizar o melhor dos nossos dons, a ser frutíferos, a sonhar grande, a gerir múltiplos projetos com a ajuda das pessoas certas.

Dr. Travis Bradberry fala-nos da Inteligência emocional e das suas 4 competências: autoconsciência, auto controlo, consciência social e gestão de relacionamentos. O Co-fundador da Talent Smart indica-nos algumas dicas para a diminuição do stress, entre as quais, a atitude de gratidão e alguns cuidados específicos com a saúde e o sono.

Por último, Patrick Lencioni ensina-nos sobre as características do membro ideal de uma equipa, e são estas que devemos procurar e incentivar nos nossos colegas e em nós próprios. São elas: a humildade, a paixão pelo que fazemos e a inteligência emocional.

O Summit é uma óptima ferramenta na formação de líderes e equipas. Não perca a próxima edição em 2017!!